Brasil x Holanda – Eliminação da Seleção Brasileira

Numa partida com dois tempos completamente distintos, o Brasil foi eliminado da Copa do Mundo 2010 com uma derrota por 2 a 1 para a Holanda. O Brasil começou muito bem a partida, com um bom toque de bola e dominando completamente o primeiro tempo. 

A superioridade brasileira não demorou para aparecer e, logo aos 10 minutos de partida, Robinho abriu o placar do jogo. O gol deu mais tranquilidade para a Seleção Brasileira que continuava levando perigo à defesa holandesa.

No segundo tempo, o intervalo parece ter feito bem a Holanda, que veio bem melhor em campo e marcou o seu gol de empate numa bobeada da defesa brasileira (aos 8 minutos do segundo tempo).
O gol desestabilizou completamente a nossa Seleção, que aos 23 minutos tomou o gol da virada holandesa com Sneijder.

5 minutos após o gol da Holanda, Felipe Melo foi expulso e complicou totalmente a partida pro Brasil.
Com um a menos em campo, o Brasil não conseguiu chegar ao gol de empate e acabou derrotado por 2 a 1. Que pena!...

Zagallo sobre Brasil x Holanda: 

Expert em jogos contra a Laranja em Mundiais, Velho Lobo apostava em triunfo da seleção de Dunga pelas quartas de final na Copa do Mundo de 2010

Em Copas, Zagallo enfrentou a Holanda duas vezes como treinador e uma como auxiliar técnico (Crédito: Ricardo Cassiano)
Rennan Soares RIO DE JANEIRO
Entre em contato

Quando o confronto é entre Brasil e Holanda, ninguém melhor do que Zagallo para falar sobre o assunto. Em Copas do Mundo, o Velho Lobo enfrentou os europeus nos três duelos em Mundiais (74, 94 e 98) e venceu dois.
No primeiro encontro, quando sustentava o título de tricampeão mundial, o técnico Zagallo viu seu time ser derrotado na semifinal para a temida Laranja Mecânica – o melhor time da História do país.
– Sem dúvida enfrentamos a maior Holanda de todos os tempos. Aquele time inovou, estava todo reformulado taticamente e era muito difícil de ser derrotado. No jogo, perdemos duas chances e depois acabamos levando dois gols. Ninguém no mundo conseguiu igualar aquele time, nem mesmo a própria Holanda – lembrou Zagallo.

Vinte anos depois, desta vez como auxiliar técnico de Carlos Alberto Parreira, atualmente no comando da África do Sul, a vingança. Nas quartas de final, o time comandado por Romário, que terminaria como tetracampeão, venceu por 3 a 2:
– Eles sempre fazem jogos difíceis contra nós. A Holanda é uma seleção muito bem aplicada. Em 94 foi complicado. Vencemos graças a um gol de falta (de Branco).

Com uma vitória para cada lado, estava na hora do desempate. E ele aconteceu na Copa seguinte. Assim como em 74, Brasil e Holanda se encontraram antes da final. Desta vez, a história foi diferente.
– Em 98 também estávamos ganhando e deixamos eles empatarem. E dessa vez foi no fim do jogo. Aí veio a prorrogação, os pênaltis e conseguimos a vitória. Esse foi o jogo que marcou a Copa para o Brasil. Ficou na minha memória a nossa vitória contra a Holanda em 98 – contou Zagallo.
2010, Brasil nas quartas de final da Copa, e quem é o adversário? A Holanda. Mais uma vez a Laranja está em nosso caminho. Para Zagallo, o elogiável time holandês não tem o mesmo nível da inesquecível Laranja Mecânica.

– A Holanda tem um time bom, mas não tem como comparar a forma de jogar com a de 74. É uma maneira completamente diferente. Sempre coloco o Brasil como favorito. O Dunga foi dirigido por mim, vem dando uma demonstração de firmeza e vai saber o que fazer no próximo jogo – comentou.

Pois é. Nem Zagallo acertou o Mata Mata e a Seleção Brasileira volta pra casa.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Minha Personalidade INFP

Literatura e Escritores Cearenses