Nós que adoramos um documentário



 2010128 páginas, poesia
ISBN 978-85-905632-3-5
.
Conceito do Livro
Tudo indica que Nós que Adoramos um Documentário seja a autobiografia da própria autora. Retrata em três partes momentos de sua infância no município de Ubatuba (1983), a vida adulta em São Paulo (2009) e prevê futuros novamente em Ubatuba (2037).

Os poemas logo apontam as possibilidades e as impossibilidades da apreensão da memória. Ana Rüsche, continuando sua trajetória, sugere representações ao feminino e a seu corpo - tanto físico, quando é submetido a uma operação; quanto astral, quando se vê enquanto uma quarta pessoa na tela do computador.
Pensado como objeto, o livro traz muitas folhas em branco. A brochura torna-se um caderno de apontamentos do próprio leitor, um diário e até um outro livro de poemas. Estes 1.500 objetos-livros fazem parte de umaação de arte: os leitores poderão enviar o livro pelo correio à autora, agora anotados e tornados únicos por cada leitura.

Essa ação alimenta um ciclo importante - não pensar o livro impresso como suporte óbvio à literatura. Aponta para um contrabando de afetos, refazendo-se o percurso tão difícil do diálogo entre leitor-escritor-leitor. Entre litoral e metrópole, infância e futuro, o livro é um convite para que todo leitor se recorde de seus próprios anos 80 e imagine o que será de seus 2037.
HOTSITE: Acompanhe a comunidade virtual: www.autobiografia.ning.com
.
Sobre a Autora
Publicou os livros de poesia Rasgada (Quinze & Trinta: 2005, publicado também no México em 2008) e Sarabanda (Selo Demônio Negro: 2007) e o romance AcordadosNós que Adoramos um Documentário foi publicado em set/2010, pela Ed. Ourivesaria da Palavra, com apoio do ProAC/2009, Secretaria de Estado da Cultura.
Possui extenso currículo de publicações (principalmente de poesia), tendo escrito em diversas antologias e revistas, nacionais e internacionais, e traduzida ao catalão, espanhol e inglês. É doutoranda e bacharel em Letras Inglesas pela Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH-USP). Também é mestre e bacharel em Direito pela USP.
.
A Editora Ourivesaria da Palavra
Desde a formação de seu nome, a Ourivesaria da Palavra resgata a tradição (por meio da evocação de uma antiga profissão: a dos ourives), quebrando paradigmas ao trabalhar, por exemplo, com a literatura contemporânea e novos formatos de livro, tanto digital, quanto e impresso. Uma editora que dialoga com o tradicional, tão estudado nas academias, e o contemporâneo, tão presente nas ruas das grandes cidades.
Criada em 2004, a Ourivesaria da Palavra já nasceu com a concepção de ser uma editora que extrapola os limites do papel, promovendo oficinas, palestras, workshops e minicursos voltados às áreas de literatura, artes e humanidades.

eita, faltou contar essa: os detalhes do lançamento!

canek tentando hiponotizar o quati: - vc é um cão, vc é um cão…
acredita que tentei, com todas as forças, inserir esta imagem no convite do lançamento do Nós que Adoramos um Documentário e não consegui? pois sim, falta perícia e imaginação desenhística a minha pessoa.
- às novidades!
planejei o lançamento num sábado à tarde, melhor para os amigos que moram longe ou têm filhos pequenos. será na Casa das Rosas, espaço que, há quase exatos 5 anos atrás, lancei o Rasgada, primeiro livro.

e amigos dos mais sábios, engraçados e queridos participarão ativamente da festa
: organizamos uma apresentação dinâmica do livro, com a presença de vários saberes - jornalismo, editoração, arquitetura, pscicanálise e até crítica literária, veja só. após essa primeira parte, teremos a leitura de poemas do livro. cada leitor lerá tb poemas que goste ou de autoria própria que dialogem com o Nós que Adoramos um Documentário.
espero que seja daqueles dias agradáveis, com pessoas queridas, conversas, leituras, abraços.
aí vai o menu.

LANÇAMENTO: Nós que Adoramos um Documentário
Editora Ourivesaria da Palavra, 128 páginas, poesia
18 de setembro, sábado
Casa das Rosas, Espaço Haroldo de Campos de Poesia e Literatura

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Minha Personalidade INFP

Literatura e Escritores Cearenses