Rede de compositores Caiubi


(Acontece) Rede de compositores Caiubi se torna caso de sucesso no universo das mídias sociais
Redação Agito SP 19/08/2010


Com mais de seis mil associados e quatorze mil trabalhos disponíveis para audição, Clube Caiubi de Compositores se transforma em um dos canais de relacionamento mais prolíficos da Internet.

Ao completar dois anos de idade, o endereço www.clubecaiubi.com.br já é considerado o principal ponto de encontro de compositores, poetas e músicos brasileiros e internacionais na grande rede mundial. A idéia surgiu em 2008, quando os integrantes do Clube Caiubi de Compositores sentiram necessidade de ampliar o espaço democrático de compartilhamento de idéias e trabalhos para além da sede física do clube, que surgiu há oito anos na rua Caiubi, no agitado bairro universitário de Perdizes, em São Paulo.

Sonekka, um dos fundadores e diretores do grupo e, também especialista na área de TI foi quem teve a idéia e criou, na rede NING, um espaço para ampliar os domínios do clube e oferecer a artistas de todo o Brasil a chance de participar dessa comunidade que já é sucesso em outros estados e países. ”O foco da rede é promover o encontro de autores, alavancando assim o surgimento contínuo e aprimoramento da canção. Outro objetivo é resgatar o valor do autor na música. O compositor não tem seu nome vinculado às suas canções que tocam no rádio e na TV e aos poucos têm sido preteridos até mesmo dos encartes de CD. No Caiubi o autor é mais importante que o artista.”, esclarece Sonekka.

Hoje a rede www.clubecaiubi.com.br soma um vasto conteúdo colaborativo. São mais de 30 mil fotos; 2 mil eventos divulgados mensalmente através das ferramentas de mensageria da rede; 14 mil músicas autorais para audição e cerca de 5 mil vídeos. Seu fórum possui 285 tópicos ativos que discutem composição e a carreira de autor, mas passa também pelo direito autoral, ECAD e OMB.


Considerada a maior do gênero, o Clube Caiubi, promove também cada vez mais encontros presenciais, que já somam seis cidades no Brasil (Fortaleza, Caxias do Sul, Vitória, São Paulo, Rio de Janeiro, Feira de Santana) e uma na Argentina (Buenos Aires) e prepara-se a inauguração de outras noites autorais em Maceió e Belo Horizonte.

"Acreditamos que um novo circuito cultural entre as cidades começa a se delinear. Pretendemos que o intercâmbio iniciado na rede virtual de fato se transfira também para os encontros presenciais", explica Lis Rodrigues, uma das coordenadoras do grupo e também compositora.

Sobre o Clube Caiubi
O Clube Caiubi de Compositores nasceu em 2002, no número 420 da rua de mesmo nome, no tradicional bairro das Perdizes, em São Paulo, um fervilhante pólo cultural da região, vizinha à PUC e ao teatro TUCA. O movimento, desenvolvido por talentos ainda desconhecidos, logo atraiu compositores consagrados como Tavito e Zé Rodrix - Rodrix não só passou a freqüentar assiduamente o projeto como se transformou em curador e incentivador do espaço.

E foi sob a batuta de Zé Rodrix que a “Segunda Autoral” expandiu, se profissionalizou e até hoje reúne compositores de várias vertentes, promovendo uma mistura democrática e – por que não? – uma fusão de estilos.

Aos seis anos de existência, o Clube Caiubi de Compositores lançou, em maio de 2008, o portal do Clube Caiubi - www.clubecaiubi.com.br - Destinado a compositores, músicos, poetas, produtores e intérpretes, o portal já conta com 6 mil associados pelo planeta e contabiliza 350 mil vizualizações de perfil por mês. Com a proposta de se tornar uma “vitrine” para que autores possam expor trabalhos autorais, o portal é um espaço democrático no qual os artistas podem inserir vídeos, fotos, perfis profissionais, agenda de shows e até 100 músicas no formato mp3. O acervo virtual conta com mais de 14 mil músicas, em sua maioria inéditas, cerca de 30 mil imagens e quase 5 mil vídeos.

A experiência paulistana com as Segundas Autorais e a criação da rede virtual, fizeram com que outros artistas se interessassem em manter Noites Autorais em outras cidades do Brasil. Hoje, o Caiubi contabiliza seis encontros regionais fixos: Fortaleza, Caxias do Sul, Rio de Janeiro, Buenos Aires, Feira de Santana e São Paulo. E sem pensar em parar, o grupo dá partida em mais um projeto, o Intercâmbio Caiubi, que pretende inaugurar um novo circuito cultural entre as cidades participantes.

Rede Social: www.clubecaiubi.com.br

Agito SP. A sua revista digital de entretenimento em São Paulo
Siga-nos no Twitter: www.twitter.com/agitosp

Comentários

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Minha Personalidade INFP

Literatura e Escritores Cearenses