Postagens

Mostrando postagens de Março, 2011

Claude Lévi-Strauss

Imagem
Autor: Vicente Freitas

Claude Lévi-Strauss nasceu em Bruxelas, a 28 de novembro de 1908, e morreu na noite de sábado, 31 de outubro de 2009. Antropólogo e etnólogo, fundador do estruturalismo, linha que revolucionou a abordagem sobre as relações sociais e cujos estudos tiveram bases no Brasil. Filho de pais judeus e franceses, mudou-se para a França com 1 ano. A carreira acadêmica começou na Sorbonne, onde estudou Filosofia. Nomeado professor na Universidade de São Paulo, viajou em 1935, pelo Brasil, ao lado da primeira mulher, Dina Lévi-Strauss, que também era etnóloga, onde dirigiu várias missões, em Mato Grosso e na Amazônia, experiência geradora da obra ‘Tristes Trópicos'.

De volta a Paris, às vésperas da Segunda Guerra Mundial, foi convocado em 1939, obtendo dispensa no ano seguinte por conta de sua ascendência judaica. Depois da guerra e de um breve período como refugiado nos Estados Unidos, Lévi-Strauss defendeu na Sorbonne, em 1948, a tese ‘As Estruturas Fundamentais de Par…

Dorian Gray abre o sótão: Orkut

Imagem
Quando a tela pintada por Basil Hallward em O Retrato de Dorian Gray, começou a mostrar os primeiros sinais de mudança, Dorian percebeu que teria que mantê-la escondida e trancada à chave. Quando fraquejava com vontade de voltar à vida anterior, a influência de Lord Henry Wotton encorajava-o. Um mestre paciente e seu pupilo. A beleza andrógina de Dorian permitia-o caminhar entre la crème de la crème da alta sociedade londrina. Quando Basil descobriu o quadro, Dorian matou-o.

E se houvesse uma maneira quase anônima de expor a tela, usando uma máscara parcial? E se cada monstruosidade na tela pudesse ser indicada pelo nome da "fraqueza moral" que a gerou, como os sete pecados capitais rotulados claramente? Escrito com todas as letras, sem mais vergonha, e fizesse as pessoas sentirem medo do que há dentro delas e de como uma influência qualquer pode fazer isto despertar, crescer? 
Por ouvir meu irmão falando tantos nomes de minha infância, professores, amores platônicos e tanta…

Um conselho: não leia Germinal

Imagem
Procure em sua estante de livros este escrito em 1881 por Émile Zola:Germinal. Encontrou? Livre-se dele o quanto antes, melhor, queime-o. 
Germinal é doente. Feio.  Aquele amontoado de homens-animais, trabalhando como escravos apenas pela fome, os mineiros da Voreux, há gerações. Quando Etienne, o idealista fervilhando de idéias de direitos e leis, chega e pede por um trabalho perguntando quem são os donos da mina-de-carvão, Boa-Morte – chamado assim por insistir em não morrer nos inúmeros acidentes das escavações – aponta um lugar no espaço, desconhecido, remoto, sem saber quem era que alimentava com sua própria carne. As mulheres parindo suas crias para ter mais uns contos, os filhos sempre contabilizados como mais alguns trocados para alimentar a casa. Elas não têm nome, são a mulher de alguém. Se deixam derrubar de costas atrás das árvores com qualquer mineiro que lhes faça esquecer a fome por alguns instantes. Esquálidos, doentes, quase se pode ouvir os ossos batendo uns nos outros …
Imagem

Nicodemos Araujo [1905 - 2011]

Imagem
"Mesmo os grandes homens só são verdadeiramente reconhecidos e homenageados depois de mortos. Por quê? Porque os que elogiam precisam se sentir de algum modo superior ao elogiado (...)” Clarice Lispector, Perto do Coração Selvagem.
É com muita honra que participamos desta homenagem alusiva ao  poeta, dramaturgo, jornalista, genealogista e historiador-mor da Região do Baixo Acaraú, Manoel Nicodemos Araujo. Poeta que nasceu aqui na então vila de Santa Cruz, a 10 de março de 1905, hoje, a progressista cidade de Bela Cruz.
Em 1934, ele passou a morar na vizinha cidade de Acaraú, onde exerceu os cargos de Inspetor Escolar, Agente de Estatística e Secretário da Prefeitura. Foi ainda Vereador e assumiu, interinamente, o cargo de Prefeito, por diversas vezes.
Em consequência de seu entusiasmo pelo jornalismo, em 1933, fundou em Santa Cruz, juntamente com o companheiro Joca Lopes, um jornalzinho quinzenário, intitulado "ALVORADA", folha que circulou pontualmente até novembro d…

Caçulinha apresenta Giuliano Eriston

por editor | categoria de olho nele| tags 
Faustão recebeu no palco do Domingão, Giuliano Eriston , o menino que toca guitarra, bandolim e cavaquinho e que despertou a curiosidade e o encanto do maestro. Com 13 anos de idade e muita calma e prazer ao fazer música, Giuliano é de Bela Cruz, interior do Ceará, lugar que não reconhece (e repudia) seus artistas. Ele  tocou, ao vivo, no palco ‘Noites Cariocas’, ‘Wave’ e ‘Tico-Tico no Fubá’. Confira o talento desse jovem da música brasileira, junto com Caçulinha, tocando ao vivo. Relembre outras revelações de Caçulinha no De Olhe Nele. Vote aqui no Melhores do Ano de 2010. Siga-nos: @domingaotvglobo

Ele é o Rei

Imagem
Tenho uma fascinação pelo sórdido e por algumas coisas doentias e feias. Para ficar mais moderno, direi trash. Apesar de preferir a expressão "Culto ao Feio". Faz parte deste meu hobby um prazer que é observar a expressão facial e corporal dos fanáticos quando estão cultuando ou falando sobre seus deuses. Seja o que for. Religiões, marcas, stars, Brizola... Posso ficar horas olhando para aquelas faces satisfeitas, embriagadas, aquele ar de quem tem todas as respostas, a paixão com que falam sobre seu objeto de adoração. E como estes apaixonados ficam feios, trash, divertidos.

O fanatismo preenche aquele buraco na alma com o qual todos nascemos, e desesperados tentamos esconder, tapar, fingir que não temos. O anestésico perfeito (e, claro, uma fábrica de dinheiro para os que não estão tão ceguinhos e anestesiados assim).

Meu favorito e do qual sinto muita saudade de assistir o programa na televisão é o R.R. Soares. Ele é o rei! Uma espécie de Sílvio Santos da Igreja Internacion…

Cid inaugura Escola de Educação Profissional em Acaraú

Imagem
A comunidade do município de Acaraú, localizado na região norte do Ceará, recebeu nesta quarta-feira, dia 2, às 19 horas, a nova sede da Escola Estadual de Educação Profissional, EEEP Marta Maria Giffoni de Sousa. Construída no padrão estabelecido pelo MEC, a unidade tem capacidade para atender 540 alunos, em tempo integral (das 7 horas às 17 horas). Foram investidos recursos no valor de R$ 9,2 milhões do Tesouro Estadual e do Governo Federal. A solenidade de inauguração contará com as presenças do Governador Cid Gomes e da secretária Izolda Cela.

No novo espaço, os jovens terão acesso aos cursos técnicos de Informática, Enfermagem, Hospedagem, Agronegócio, Aquicultura e Guia de Turismo. A unidade funcionou durante dois anos em um prédio patrimonial e, agora, ganha uma estrutura mais adequada, de 4,5 mil metros quadrados, composta de 12 salas de aula, auditório para 201 lugares, biblioteca e bloco pedagógico-administrativo. Terá, também, laboratórios de Línguas, Informática, Química, F…