OS DE ONTEM

Homenagem ao município do Acaraú, nos seus 165 anos de emancipação política


Homenagem ao Município do Acaraú, minha terra natal (e minha também, Dimas Carvalho).

 Dimas Carvalho

Acaraú, nas tuas largas ruas,
A poeira dos séculos repousa:
Petrificada luz que no chão pousa,
Antiga Luz de tantos sóis e luas...
O silêncio é o presente que não ousa
Transpor o Rio, onde o passado estua...
Mas quando, à noite, o vento do Mistério,
Por entre as ruas e avenidas sopra,
Vejo surdir a inumerável tropa,
Vinda do Abismo do esplendor funéreo...
São os ginetes do passado. São
Os teus fantasmas, cada qual ao turno,
Que lhe compete, de gibão, coturno,
Deslizando em suave procissão...
Acaraú, ó girassol noturno,
Do Ceará emblema e coração.


Dimas Carvalho

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Minha Personalidade INFP

Literatura e Escritores Cearenses