Entrevista - Márcio Catunda

Poeta-diplomata lotado na Embaixada do Brasil na Espanha, de férias no Brasil, autografa livro de poemas dia 26 na Cidade Maravilhosa.

Poeta Márcio Catunda.
Por Menezes y Morais
Com Jarbas Junior *
Especial Para Nós – Fora dos Eixos

O autor de Emoção Atlântica (poesia) fala um pouco de sua obra, do livro novo que está concluindo e da influência literária que sofreu do poeta José Alcides Pinto, “o escritor com quem mais aprendi”.

Nós – Fora dos Eixos: Quem é Márcio Catunda?

Márcio Catunda: Sou um sonho humano à procura de luz.

NFE: A que você atribui mais de 30 livros publicados, além dos CDs?

MC: Creio que tudo quanto fazemos de bom vem de Deus, já que somos criados por Ele.

NFE: O que os leitores de MC podem esperar neste 2010, em matéria de livro novo?

MC: Saiu este ano o livro Emoção Atlântica, de poemas a respeito da cidade do Rio de Janeiro, o qual tem, entre os prefaciadores, Jarbas Júnior e Anderson Braga Horta, além do crítico literário André Seffrin.

NFE: Quando virá ao Brasil?

MC: Estou atualmente em Fortaleza (CE), de férias e viajarei dia 18 de julho corrente ao Rio de Janeiro, a fim de lançar o livro no próximo dia 26.

NFE: Como você se sente levando adiante a tradição literária de bons escritores no Itamaraty?

MCNão sei se estou à altura de representar condignamente essa tradição. Acho que o melhor a fazer é me colocar na condição de aprendiz. 

Projeto gráfico do livro do Poeta Márcio Catunda
" Emoção Atlântica", impresso no Rio de Janeiro
pela Editora Oficina.
NFE: Há quase uma década você trabalha num épico sobre a História da Espanha. Em que pé se encontra este trabalho? Quando pretende publicá-lo?

MC: O livro está quase pronto. Ainda não o publiquei porque sempre descubro falhas e volto a reescrever tudo, cortando algumas coisas e acrescentando outras. É que cada vez que escrevo noto que a maior parte do texto é prosa poética e busco, ainda insatisfatoriamente, a forma mais próxima possível da poesia.

NFE: Qual é a influência de José Alcides Pinto na sua produção literária?

MC: José Alcides Pinto é o escritor com quem mais aprendi. Tive o privilégio de ser grande amigo dele e assim conhecer bem a maneira, ou a técnica com que ele escrevia, que era pura intuição emotiva, com a razão a serviço da síntese. Ponho-me na condição de discípulo dele, já que não me acho tão original quanto ele.

*Menezes y Morais é jornalista, escritor, professor, historiador e editor da Nós – Fora dos Eixos.  E Jarbas Junior é jornalista, professor e escritor. Entre outros é autor de Marcas do Chicote (Thesaurus)

Comentários

  1. Recebi e agradeço, presente por demais valioso do poeta Márcio Catunda. CD com 25 músicas (poemas)da melhor qualidade. Obrigado, poeta, Márcio, também compositor de boa cepa.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Minha Personalidade INFP

Literatura e Escritores Cearenses